ALIMENTAÇÃO COM FIBRAS PARA DIABÉTICOS

LINKS PATROCINADOS

A fibra alimentar ou dietética é a parte dos alimentos vegetais que apresenta resistência à hidrólise pelas enzimas digestivas humanas. As fibras são classificadas, segundo sua solubilidade em água, em:

Fibras insolúveis: celulose, lignina e muitas hemiceluloses.

Principais fontes: verduras e grãos de cereais.

Efeitos fisiológicos : aumentam o volume e o peso das fezes, melhorando o trânsito intestinal, fator importante na prevenção do câncer de cólon e da constipação intestinal.

Fibras solúveis: pectina, gomas, certas hemiceluloses e alguns polissacarídeos.

Fontes: frutas, aveia, cevada,

leguminosas, legumes.

Efeitos fisiológicos : retardam o esvaziamento gástrico, proporcionando maior saciedade. Grandes quantidades de fibras solúveis têm um efeito positivo no controle dos lipídios sangüíneos.

Um consumo diário de alimentos que contenham cerca de 20 a 35 gramas de fibras dietéticas é recomendado aos diabéticos, assim como para a população em geral. Para tanto, é importante incentivar o uso de alimentos pouco cozidos e não refinados. As frutas e vegetais devem ser ingeridos preferencialmente crus, procurando- se evitar consumí-los liquidificados, picados e fatiados.

Se você gostou clique no botão . Para ser avisado quando novos conteúdos forem publicados cadastre seu e-mail clicando aqui ou assinar nosso feed.
Veja mais artigos que selecionamos para você sobre este assunto:
Compartilhe o artigo ALIMENTAÇÃO COM FIBRAS PARA DIABÉTICOS com seus amigos:

LINKS PATROCINADOS

Faça seus comentários